Observando as criptomoedas em um parâmetro global, é possível perceber que o posicionamento das instituições, tanto públicas quanto privadas, pode ser um tanto quanto controverso. Esse é um mercado que ainda carece de uma regulamentação apropriada, visto que se trata de uma ferramenta criada de maneira independente de qualquer governo.

Contudo, o assunto acabou despertando a atenção de diversos especialistas e demais órgãos que se envolvem com análises e dados estatísticos. Esse foi o caso do Parlamento Europeu, que anunciou nesta quarta-feira, 4 de julho, um relatório que orienta os países pertencentes ao bloco econômico a não ignorar ou proibir as transações e negócios que sejam baseados em criptomoedas.

De certa forma, o documento surgiu para combater alguns pensamentos errôneos e esclarecer termos adotados com potencial pejorativo sobre os criptoativos. Por ter ganhado rápida popularidade e aceitação da comunidade, e se tratando de uma ferramenta desvinculada a instituições governamentais, o investimento acabou sofrendo algumas consequências negativas com relação a credibilidade e confiança.

Desse modo, os autores destacaram a grande utilidade das criptomoedas diante das relações comerciais do mundo moderno. Um dos recursos considerados mais relevantes foi, justamente, a descentralização e o uso de excelentes sistemas de segurança, tal como o blockchain. A preocupação com o termo criptografia, que antes fora considerada motivo para acreditar que as criptomoedas pudessem ameaçar a segurança pública, foi reduzida à apenas um termo conceitual.

A resolução do Departamento de Políticas da União Europeia, que foi o responsável pela construção do documento, sugeriu por fim que as instituições governamentais aderissem a um posicionamento mais flexível, passando a assimilar as criptomoedas com as moedas fiduciárias no que diz respeito à tributações.

Além disso, os especialistas também desmistificaram alguns pressupostos populares. Um ótimo exemplo disso é a ideia de que as criptomoedas vieram para concorrer com as tradicionais, segundo o órgão a probabilidade disso acontecer é mínima.

Deixe um comentário

COMPRE BITCOIN COM REALAmefuri Blog -